NOTÍCIAS

 23/02/2018

Parceria para recuperar Mata Atlântica em Domingos Martins

Nenhum comentário


Ibramar apresentou projetos que desenvolve no município ao prefeito e secretários, estreitando a relação.

 

abelha01

 

O município de Domingos Martins, localizado na região de montanhas do Espírito Santo, é a principal sede dos projetos de preservação ambiental realizados pelo Instituto Brasileiro do Mar (IBRAMAR). Para reforçar a parceria com o poder público local, os representantes do Ibramar se reuniram nesta terça-feira (20) com o prefeito do município, Wanzete Kruger. Foram apresentados os projetos que estão sendo desenvolvidos na região.

Durante a reunião, foram discutidas estratégias para a sensibilização dos produtores rurais e moradores quanto à importância da adesão aos projetos de recuperação ambiental das áreas degradadas de Mata Atlântica, bioma preponderante no município. Também foi marcada uma reunião com lideranças religiosas da região para a próxima sexta-feira (2), que acontecerá no auditório do Hotel Imperador às 9 horas.

Estão sendo desenvolvidos na região os projetos Renascente, Tilápias das Montanhas e Uruçu Capixaba.

O primeiro visa recuperar as florestas em áreas de preservação permanente na Bacia Hidrográfica do Rio Jucu. Os participantes vão receber todo apoio para a realização do Cadastro Ambiental Rural (CAR) e na elaboração do Plano de Recuperação de Áreas Degradadas (PRAD), além da implementação do plano com o fornecimento de mudas e outros insumos.

Os representantes do Ibramar e do poder público destacaram que o prazo final para inscrição no CAR vai até o dia 31 de maio de 2018. Segundo a lei, os produtores rurais que não se inscreverem poderão ser impedidos, por exemplo, de tomar crédito rural em agências bancárias.

Já o Tilápias das Montanhas é um projeto piloto que envolve a pesquisa de fontes de energia alternativas com baixo custo para o aquecimento da água utilizada na produção de tilápias e camarões em Domingos Martins. O projeto Uruçu Capixaba, que será apresentado oficialmente à comunidade no mês de março, tem como objetivo a restauração da floresta de Mata Atlântica por meio da conservação e repovoamento da abelha sem ferrão Melipona capixaba, que pode ser encontrada somente na região.

O encontro também teve a participação do vice-prefeito Romeu Luiz Stein, além dos secretários Daniel Wruck Bringer (Meio Ambiente), Hiarley Macedo (Planejamento) e Rejane Entringer Lopes Ewald (Cultura e Turismo). Representaram o Instituto: o diretor financeiro Bruno de Laquila Oliveira e os consultores Micael Lincoln Cardoso Paz e Guilherme Pimenta Diniz.

Conheça mais sobre os projetos desenvolvidos pelo Ibramar no site:www.ibramar.org.

O projeto Renascente foi contemplado pelo edital de projetos do Fundo Nacional do Meio Ambiente (FNMA). O Tilápias da Montanha tem apoio/realização da Fundação Banco do Brasil. Já o projeto Uruçu Capixaba tem patrocínio da Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental.


Deixe uma resposta

Desenvolvido por: